colab.

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Mais Vendas Com Chamadas Para Ação Irresistíveis: Clique e saiba mais!

Um bom call-to-action pode ser o segredo para aumentar suas vendas

Sabe esse “Clique aqui para saber mais!” que você acabou de ler antes de entrar nesse artigo? Isso é o que chamamos de CTA ou Call-to-Action, que em uma tradução literal significa Chamada Para Ação.

Ela é um recurso muito valioso no marketing digital e com grande influência nos resultados do seu negócio, pois é ele que aponta o que o seu cliente deve fazer ao encontrar seu conteúdo.

Se você ainda não sabe o que é um CTA, acesse o nosso Glossário 360, lá você encontrará a definição desse e outros termos importantes no marketing digital→

Ela pode ser uma palavra, frase, link ou botão que convida seus visitantes ou leads a realizarem uma ação específica. Você pode utilizá-la em suas páginas na internet, posts em redes sociais, vídeos, e-books, campanhas, concursos, e-mails e qualquer outra coisa que tenha como destino final o clique do seu avatar.

Hoje, no meio do marketing digital, todo mundo concorda sobre o poder dos CTAs na hora de aumentar suas taxas de conversão. Utilizar esse recurso da forma correta pode ser o segredo do sucesso para o seu produto ou serviço.

Com chamadas para ação precisas e bem direcionadas às personas do seu negócio, fica muito mais fácil vender, afinal, o caminho para a compra estará sempre evidente.

Selecionamos algumas dicas para te ajudar a fazer mais vendas criando chamadas para ação irresistíveis, confira!

Neste artigo você aprenderá que:

  • Conhecer seu público é essencial para uma boa comunicação;
  • Para vender mais, é preciso convencer mais;
  • Evitar confusão vai te ajudar a gerar conversão.

Pense no que seus clientes em potencial desejam

Quando falamos em criar ofertas irresistíveis devemos fazer o seguinte questionamento: “Irresistíveis para quem?”.

A partir do momento em que você define quem é o seu avatar e suas personas, é para eles que você deve direcionar toda a sua comunicação e esforços de venda.

Procure conhecer bem o perfil dos visitantes do seu site, blog ou landing pages. Tente entender como essas pessoas chegaram lá, o que estão procurando e o que é preciso para convencê-las a tomar uma ação específica. Coloque-se no lugar no seu público e descubra qual é o próximo passo que ele deve dar no seu funil de vendas.

A partir disso, fica muito mais fácil identificar qual o melhor CTA a ser utilizado em cada caso.

Um bom CTA deve dizer ao seu público o que eles estão prestes a receber, qual o valor desse material e mostrar que adquirí-lo será um processo rápido e fácil de ser realizado, além de promover uma transformação real.

Tudo isso de forma amistosa, claro, é importante tomar cuidado com CTAs muito agressivos. A sua oferta tem que estar contextualizada e  mostrar um benefício real para o seu lead.

Mergulhe no universo da sua persona para levantar qual é a melhor linguagem a ser utilizada em sua comunicação. Faça o mapa de palavras do seu público. Como ele se expressa? Que tipo de comunicação chama a atenção dessas pessoas? O que ele fala quando está feliz? Que palavras usa para demonstrar sua frustração ou dor? Com quais palavras eles se identificam? Quais são as suas dores e problemas?

Utilizar um CTA bem direcionado em sua página, no fim de seu vídeo de vendas ou no rodapé do seu post, pode te ajudar consideravelmente no processo de convencimento do usuário.

Utilize mensagens claras para objetivos claros

Para acertar nas suas Calls-to-action é necessário praticar a objetividade. Por isso, é preciso dizer exatamente o que você quer que o seu público faça, de forma clara e direta.

Pode ser comprar um produto, fazer inscrição em seus canais e redes sociais, baixar seus materiais, assinar sua newsletter ou ler um texto, assim como fiz no título desse artigo.

Não utilize frases longas ou com palavras rebuscadas, seja direto e aponte qual é o próximo passo para o seu usuário, sem rodeios.

Se o seu cliente entrar em suas páginas e ficar confuso, sem saber o que fazer, as chances dele acabar não fazendo nada são grandes.

Se o objetivo é que ele compre um produto, por exemplo, faça um conteúdo sucinto, ressaltando a transformação real e clara que ele pode esperar ao adquirir esse produto e um botão que diga “compre agora”, no lugar de utilizar algo menos objetivo, como “conheça melhor nossos produtos”. Percebe a diferença?

Uma oferta matadora precisa ser objetiva, deixando claro para o usuário o que irá acontecer após clicar no link sugerido.

Tome cuidado com o que promete em seus CTAs, não ofereça mais do que pode entregar. Isso evita frustrações e problemas com a percepção de qualidade sobre seu produto ou serviço.

O objetivo do call-to-action é estimular algum comportamento específico e a utilização de verbos de comando podem te ajudar e muito nessa tarefa.

Utilize verbos no imperativo, como:

• Confira;

• Compre;

• Acesse;

• Comente;

• Compartilhe;

• Curta.

Em um bom CTA, com contexto amigável e bem direcionado, o cliente não se sente obrigado a realizar tal ação, mas sim encorajado a realizá-la. Por isso, seja sempre claro, para evitar confusão e aumentar sua conversão.

Não esqueça dos gatilhos mentais

Gatilhos mentais são armas poderosas para a construção de bons CTAs. Afinal, é mais provável que as pessoas cliquem em frases que despertam emoções, por isso, o aspecto psicológico dos seus leads devem ser considerados e estimulados.

Os gatilhos mais comuns atualmente são o de urgência e escassez, pois têm um ótimo efeito no público e costumam gerar bons resultados de conversão. Chamadas como “compre agora”, “garanta sua vaga” ou “receba ainda hoje” influenciam as pessoas a tomarem uma ação imediata.

Se você não conhece os tipos de Gatilhos Mentais que você pode usar em seu negócio, acesse o nosso Glossário 360 e descubra! →

Esse recurso vai te ajudar e muito a ser mais persuasivo na criação de seus CTAs. Então use e abuse desse recurso!

Tenha bom senso

Misturar CTAs é um erro muito comum e o que não faltam são exemplos do que não fazer por aí. Você com certeza já acessou conteúdos que ao final te pediram coisas como “Não esqueça de curtir a nossa página e compartilhar esse conteúdo com seus amigos. Assine também a nossa newsletter, acompanhe nosso blog e deixe aqui embaixo o seu comentário”. Confuso, não?

O problema nesses casos não é o fato de se utilizar mais de um CTA, mas sim apresentá-los todos de uma vez. Quando você concentra muitas chamadas em um mesmo lugar, isso confunde o leitor, que acaba não fazendo nada diante de tanta opção. Lembre-se que o objetivo do CTA é criar um atalho de decisão e estimular esse passo, não bombardeá-lo com ordens e pedidos.

Por isso, quando for criar o seu CTA, tenha bom senso e defina qual é o seu objetivo principal. Avalie qual deles são realmente necessários para atender a sua necessidade e objetivos.

Evite confusão, procure ser simples e direto, de modo que não fiquem dúvidas sobre o que o visitante ou lead deve fazer na sua página.

Está pronto para colocar a mão na massa e criar os seus próprios CTAs depois dessas dicas? Como você pode ver, não é uma tarefa que exige tanto esforço, mas sim criatividade e atenção.

Teste essas dicas em seus textos daqui em diante e conte pra gente se os seus resultados melhoraram.

Não se esqueça de dar a devida atenção à experiência do usuário e busque sempre melhorar sua forma de se comunicar com eles. Dessa forma, o sucesso é só uma questão de tempo.

Gostou dessas dicas e quer aprender mais sobre marketing digital?

A gente criou uma série de cursos, que chamamos carinhosamente da Trilha do Iniciante no Marketing Digital. Nesta trilha, você pode fazer cursos gratuitos que preparamos especialmente para guiar você nessa jornada, ensinando o que você precisa saber em cada uma das etapas.

Sem complicação, de um jeito simples para que você possa testar e avançar um passo de cada vez na sua jornada como empreendedor digital. Vem com a gente!

Qual foi o seu insight lendo este artigo? Compartilhe com a gente:

Artigos relacionados:

COMPARTILHE ♡

Continue aprendendo com nossos cursos gratuitos

Criação de Produtos Digitais

Conheça toda a base inicial para criar não apenas um, mas um mix de produtos a partir da sua ideia. Aprenda a identificar as oportunidades, a estruturar o conteúdo, quais são os modelos de produtos e de precificação, além de bônus especiais. Confira!

Mini Vídeos Lucrativos

Quem não souber fazer vídeos para a internet acaba ficando muito para trás na hora de fazer vendas online. Aprenda a criar os seus primeiros mini vídeos de forma descomplicada, sem grandes investimentos e comece a alavancar as suas vendas.

Facebook Supremo

Os grandes anunciantes que têm resultados fora da curva no Facebook dominam algumas práticas que não são faladas abertamente para o público. Esta é a sua grande chance de aprender, em detalhes, o que fazer e como aumentar os seus ganhos no Fb Ads.

TAGS TODAS AS TAGS

MATERIAIS RELACIONADOS

No items found.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

ENDOSSADO POR

Criação de Produtos Digitais

Conheça toda a base inicial para criar não apenas um, mas um mix de produtos a partir da sua ideia. Aprenda a identificar as oportunidades, a estruturar o conteúdo, quais são os modelos de produtos e de precificação, além de bônus especiais. Confira!

Mini Vídeos Lucrativos

Quem não souber fazer vídeos para a internet acaba ficando muito para trás na hora de fazer vendas online. Aprenda a criar os seus primeiros mini vídeos de forma descomplicada, sem grandes investimentos e comece a alavancar as suas vendas.

Facebook Supremo

Os grandes anunciantes que têm resultados fora da curva no Facebook dominam algumas práticas que não são faladas abertamente para o público. Esta é a sua grande chance de aprender, em detalhes, o que fazer e como aumentar os seus ganhos no Fb Ads.

ESCUTE O POSTCAST DESTE ARTIGO: