Tráfego Orgânico no Facebook: Como Gerar com sua Fanpage

Existem milhares de técnicas que você pode usar para gerar tráfego na internet, como fazer anúncios no Adwords, no Face Ads ou até mesmo gerar tráfego orgânico no Facebook, você já deve ter percebido. Mas você sabe dizer qual delas é a melhor?

Minha suposição é que não existe a melhor técnica, mas sim aquela uma que você, depois de testar, conclui que funcionou e, então, passa a utilizá-la com mais consistência.

Neste artigo quero compartilhar com vocês uma das formas que utilizo para gerar tráfego orgânico no Facebook.

Mas ainda é possível gerar tráfego orgânico no Facebook?

É fato que o alcance orgânico no Facebook diminuiu. Neil Patel apresenta em seu blog um gráfico, um estudo que compara o potencial de alcance de página de acordo com o tamanho da base de fãs.

tráfego orgânico no facebook

Vemos muitas pessoas dizendo que o tráfego orgânico no Facebook morreu por conta disto. Nada menos verdadeiro.

Precisamos aprender como aumentar o alcance de nossas publicações e, mais que isso, aumentar o engajamento delas. É aí que separamos os homens de meninos.

Afinal, só vai ser capaz de ter resultado com tráfego orgânico no Facebook aquele que for capaz de fazer isso. Te afirmo: o resultado vale a pena.

Mas o que está acontecendo?

Observo muitas pessoas gastando dinheiro no Facebook Ads para conseguir fazer vendas.

Se você for capaz gerar engajamento na sua fanpage, com uma pitadinha de técnica, você conseguirá ótimos resultados sem precisar investir o que as pessoas estão investindo.

Tráfego orgânico ou tráfego pago?

A justificativa por muitas pessoas escolherem trabalhar com tráfego pago é que os resultados são obtido mais rapidamente e, principalmente, não precisam de tanto esforço criativo e dedicação.

Não me entenda mal. Trabalhar com tráfego pago exige tecnarte – um mix de técnica misturado com arte – para fazer o que é certo, da forma certa.

Mas sejamos sinceros, dedicar-se diariamente a criar conteúdo que eduque e crie valor para a sua audiência não é tarefa fácil. E o tráfego orgânico sobrevive disso.

Ouvi falar que existem duas moedas de troca: tempo e dinheiro. Tráfego orgânico demanda tempo. Muito tempo. Mas no longo prazo, vale a pena.

Agora, se você precisa de grana rápida, comece suas campanhas de Face Ads. Faça o dinheiro que você precisa. Minha sugestão é que trabalhe paralelamente com tráfego orgânico, criando conteúdo de valor para sua audiência até que você possa fazer disto a sua principal fonte de tráfego.

Mas não crie conteúdo por criar. Existe muito a ser dito sobre como criar bons conteúdos que não caberia aqui. Já existem livros sobre isso, principalmente na literatura americana.

Mas tenha em mente uma coisa. Você, como afiliado ou produtor, está criando uma comunidade, uma audiência. Faça disso um mantra.

Mas como você vai conseguir a atenção do seu público-alvo para o que você tem a dizer?

Contando histórias. Criando valor. Educando. Entretendo. Faça com que as pessoas queiram ouvir o que você tem a dizer.

Cada peça de conteúdo que você criar deve ser uma parte da sua marca.

Se sua comunidade gira em torno de um produto, de uma ideia ou de um tema central, não importa. É sua marca. E ela deve ter uma história para compartilhar com a audiência. Agora, se você ainda não tem um produto e pretende trabalhar como afiliado, confira esse artigo que preparamos para você.

O Segredo do Tráfego Orgânico no Facebook

Falamos sobre criar uma comunidade e entregar conteúdo para ela como uma estratégia de tráfego orgânico. Apenas preparamos o bolo, agora precisamos colocar a cereja em cima.

Para que essa estratégia seja eficaz, você precisa aumentar o seu alcance. De nada adianta produzir conteúdo se ele não se espalhar pela web. Você precisa atrair mais pessoas. Pessoas do seu público-alvo.

E como fazer isso? Conteúdo viral.

Mas calma! Não cometa o erro de colocar um conteúdo apenas porque ele é viral. Publique conteúdos que sejam virais para o seu público-alvo.

Exemplificando. Um afiliado que atua no nicho de Confeitaria e quer divulgar um produto que ensina donas de casa a preparar e vender Brigadeiros Gourmet como meio de aumentar sua fonte de renda.

Bom, ele pode criar uma fanpage relacionada ao nicho e começar a disponibilizar conteúdo ensinando receitas a essas donas de casa, mostrando como elas podem ganhar dinheiro com isso.

Além de educar, este afiliado precisa criar entretenimento para essas mulheres. Cada nicho tem suas peculiaridades e você, como afiliado ou produtor, precisa descobrir como engajar seu público.

Conseguindo isso, você estará criando na pessoa o desejo de ouvir o que você tem para falar.

Mas será preciso espalhar essa mensagem!

Ao postar um vídeo que mostra técnicas hipercriativas de fazer bolos, por exemplo, muitas donas de casa vão começar a compartilhar esse conteúdo, alcançando cada vez mais pessoas do seu nicho.

Com isso, você estará “magnetizando” a sua fanpage. Atraindo cada vez mais o público-alvo correto até ela para consumir e compartilhar o seu conteúdo.

Conteúdo, não mídia.

Mas não se limite a vídeos, como exemplificado. Vídeos tem um maior poder de alcance dentro do Facebook, de fato. E são mais compartilhados e mais fáceis de viralizarem do que outras mídias.

Mas se você encontrou uma boa notícia para o seu público, um gif divertido ou até mesmo uma foto que chame a atenção, publique sem medo, mas sempre atento a questões de direitos autorais, vale lembrar.

Mantendo constância nas suas postagens e coerência na mensagem que quer transmitir, você irá criar uma grande audiência em torno de você mesmo ou da sua marca.

Próximo passo? Desenhar estratégias para conseguir monetizar esta audiência, extrair valor dela para que você possa continuar se dedicando a esta atividade.

Agora, depois de tudo isso me diz uma coisa. Este conteúdo foi útil pra você? Deixa seu comentário aqui embaixo contando pra gente.